Gestão de Obras: como fazer, qual a importância e dicas.

Para que tudo em uma construção ou reforma saia conforme o planejamento, é preciso que haja uma boa gestão de obras, com foco na melhor execução dos processos. No segmento da construção não há espaço para improvisos e erros recorrentes. Portanto, cabe aos arquitetos e engenheiros fazerem com que tudo corra bem.


Seja para pequenos, médios ou grandes empreendimentos, manter o controle é um enorme desafio. Falhas não são toleradas e o nível de exigência é alto. Aos poucos, porém, o jeito de gerir uma obra — do escritório de engenharia ao canteiro de construção — vem evoluindo. O estudo sobre gestão de obras se transformou e, com o uso de tecnologias e sistemas para melhorar o gerenciamento, os resultados foram melhorando.


Aos poucos, a estratégia foi reforçada e hoje empresas de todo mundo revolucionam a forma de entregar as suas obras. Tudo com ações que não necessariamente se restringem ao canteiro, mas que começam no backoffice, no planejamento.


A Know How vai te contar aqui como promover um bom gerenciamento de obras para evitar prejuízos e realizar os projetos com eficiência. Além disso, você vai entender o papel da tecnologia para desempenhar uma melhor gestão.




O que é e para que serve a gestão de obras?


Faz parte da gestão de obras tudo o que envolve a gestão de equipe, recursos e tempo para que o cronograma da obra seja devidamente cumprido. Visa também detectar qualquer problema e pensar em soluções para o mesmo. É uma forma de garantir que a qualidade do trabalho não seja comprometida dentro do canteiro de obras.


Também é possível cumprir a previsão financeira acordada no orçamento inicial, evitando que sejam necessários novos investimentos ou haja desperdício de recursos. A estratégia ainda se estende até o correto gerenciamento de pessoal, coordenando e supervisionando a ação de toda equipe diversificada que, comumente, ocupa os postos em um projeto de construção civil.


Ou seja, a gestão de obras não se trata apenas de organizar processos, mas de garantir o sucesso de cada projeto — assegurando que cada etapa tenha o melhor planejamento e execução possíveis. Dessa forma, o gerenciamento se aplica no direcionamento de um projeto: como as decisões devem ser tomadas para que se atinjam os objetivos específicos e gerais da obra.


Como funciona uma gestão de obras?


Na prática, a gestão de obras se ocupa em administrar materiais, recursos e pessoas durante a execução de um projeto, sempre utilizando técnicas e estratégias de gestão que permitam à equipe e a empresa alcançar as metas estabelecidas. Funciona em várias frentes, tanto no planejamento, como coordenação e também na execução e conferência de uma obra.


Depende de uma equipe especializada em todo processo de construção, com capacidade de lidar com problemas e gerenciar o time e a obra. Entre as etapas que compõem o gerenciamento, podemos destacar:


• Contratar mão de obra;

• Cumprir com orçamento da obra;

• Garantir a segurança do trabalho;

• Direcionar a obra conforme escopo;

• Gerenciar profissionais e suas entregas;

• Respeitar ao máximo o cronograma predefinido;

• Fiscalizar internamente a execução dos processos;

• Manter um bom relacionamento com os stakeholders do projeto;

• Definir materiais de construção, coordenar sua compra; • Acompanhar a utilização dos materiais, evitando desperdícios.


Nessas tarefas, o papel do gestor é fundamental. No entanto, uma ou duas pessoas nunca serão o bastante para controlar o fluxo de informações. É por isso que cada vez mais empresas buscam o apoio na tecnologia de empresas especializadas.


De forma geral, é possível apontar como função da gestão de obras a necessidade de direcionar a construção para que atinja, em todas as esferas, os objetivos estabelecidos. Seja em relação à qualidade, ao tempo, ao orçamento e às demais diretrizes definidas.


Por que a gestão de obras é fundamental na construção civil?


A gestão de obras é fundamental para o funcionamento de uma empresa do setor de construção. Muitas vezes, sua importância está mais em coordenar o fluxo de informações e organizar a comunicação entre as partes. Esse é um problema constatado pelas maiores firmas do meio.


Um estudo da Autodesk & Dodge Data & Analytics identificou que 60% dos empreiteiros vêem como os principais contribuintes para a diminuição da produtividade do trabalho os problemas de coordenação e comunicação entre os membros da equipe do projeto e a falta de qualidade dos documentos do contrato.


É possível perceber como a “bola de neve” surge, certo? Sem uma boa gestão, que alinhe questões de comunicação e informações, centralizando as execuções, fica difícil tornar o time produtivo. Inclusive, esse é um ponto que a tecnologia costuma ajudar bastante.


Conforme dados de um estudo da Autodesk, 35% do tempo dos profissionais de construção (mais de 14 horas por semana) é gasto em atividades não produtivas, como a busca por informações do projeto, em questões de resolução de conflitos e também ao lidar com erros e retrabalhos.


Portanto, é preciso estabelecer estratégias realmente eficazes. Dessa forma, é possível realizar a melhor gestão de obras e entregar o projeto conforme escopo.


Principais vantagens que um bom gerenciamento proporciona:


Produtividade


A produtividade é um dos maiores e mais importantes ganhos que uma boa gestão pode oferecer. Isso ajuda para que a realização das atividades esteja de acordo com todos os requisitos de qualidade e com o cronograma. Um modelo de produção automatizado favorece a otimização da organização do trabalho, além de ser um indicador da qualidade do serviço feito nos projetos. Portanto, o gerenciamento está conectado com a estratégia produtiva da instituição.


Redução de custos


Para gerar redução de custos, também é preciso que haja uma boa gestão.Isso porque os atrasos, contratações equivocadas e outros problemas podem surgir a partir de um mau planejamento e cuidado do gestor. A refação de trabalho é um dos fatores que mais geram gastos desnecessários, portanto, evitando esse problema é possível economizar tanto recursos quanto tempo dos profissionais.


Controle de materiais


Outra vantagem é poder contar com um controle de materiais que se traduz também em economia. Um bom gestor de obras evita o desperdício por meio de um registro de todos os materiais, acompanhando seu uso para que seja adequado conforme a necessidade.


Assim, não será necessário solicitar mais materiais para fazer o trabalho e a previsão de insumos será cumprida conforme o planejado no início do projeto. Um sistema de gestão pode ser útil para manter esse monitoramento de materiais e evitar desperdícios.


Além disso, esse tipo de sistema ajuda na hora de verificar dados históricos e criar cálculos mais precisos de quantidade de matéria-prima necessária, assim evitando desperdício de materiais comprados que não terão serventia.


Antecipação de problemas


Como mencionado anteriormente, quando há um bom planejamento do projeto, antes mesmo que ele se inicie, são previstos possíveis riscos. Assim, já se tem uma estratégia para essas questões serem resolvidas de forma rápida e com o mínimo de prejuízos. Com isso, o tempo de resposta para a resolução de uma falha ou outro problema na obra será menor. Solucionar esse tipo de situação de forma rápida evita que o problema se agrave e o projeto seja prejudicado.


Entregas no cronograma


Uma das principais metas da gestão é entregar os projetos dentro do cronograma estipulado. Isso é possível quando o gestor planeja a execução das atividades da obra para que estas sejam feitas com eficiência e qualidade. Um problema que preocupa o gestor é não cumprir o cronograma e precisar de mais tempo para finalizar o projeto. Para evitar isso é possível contar com um sistema de gestão de obras.


Acompanhamento do andamento do projeto


Você sabe ao certo a quantas anda cada etapa do projeto? Com um registro manual ou por planilhas, de forma descentralizada, normalmente é difícil entender o andamento do projeto. Um ponto positivo da gestão de obras é estabelecer um cronograma de entregas, bem como um meio para reports de cada responsável, criando uma “régua” que meça o avanço da construção.


Esse é um ponto em que o sistema de gestão se encaixa como uma luva, pois permite centralizar as informações e criar uma linha do tempo visual sobre o desenvolvimento do projeto. Dessa forma, é possível compreender de forma mais aprofundada o que está dando certo e as oportunidades de melhoria para aplicar no canteiro de obras.


Auxilia na gestão da qualidade


Outro fator que quase sempre passa despercebido no canteiro de obras é a gestão da qualidade. Muitas vezes, isso é ocasionado por conta do mau planejamento, que torna o cronograma apertado e obriga as equipes a apressarem as execuções.


Com uma gestão eficiente, é possível desenhar um planejamento condizente com os recursos e com a capacidade produtiva do seu time. Assim, você encontra formas de otimizar rotinas produtivas, agilizando algumas entregas.


Dessa forma, só melhora e dá mais tempo para a correta gestão da qualidade, que envolve muito trabalho de inspeção e verificação de compliance, evitando retrabalhos. Nesse processo, o sistema de gestão pode ajudar bastante, automatizando a geração de relatórios que servem de insumo para o time de qualidade. Assim, é possível por exemplo trocar fornecedores com antecedência, antes de se comprometer com grandes pedidos.


Auxilia na gestão de pessoas

Um tópico mais relacionado à implementação da tecnologia na gestão de obras: com uso de um sistema de gestão, é possível integrar várias áreas envolvidas no projeto. Assim, responsáveis por partes como hidráulica, saneamento, infraestrutura, bem como incorporadoras, construtoras e empreiteiras ficam à par do avanço, com distribuição de informações corretas.


Além disso, para o gestor, esse controle pode ser mais específico, entendendo como e o quê cada um da equipe realiza o seu trabalho — bem como seu nível de entrega, dependendo da forma de mapear o desenvolvimento do projeto.


É algo que já acontece com uso, por exemplo, de dispositivos que utilizam Inteligência Artificial para medir o avanço da construção e atualizar stakeholders, bem como destravar gatilhos contratuais em smart contracts.


Como fazer uma boa gestão de obras?


A gestão em construção gera muitos desafios, como a contratação de equipe capacitada e a locação de equipamentos. Sobretudo ao ter que manter tudo isso dentro do orçamento. Por esse motivo, separamos a seguir algumas dicas que podem ajudar a otimizar os processos e fazer com que tudo saia conforme o esperado.


Planejamento


Assim como em outras áreas, um bom planejamento é a base de todo projeto.E isso envolve a harmonia entre as equipes que atuam na execução das atividades. Além disso, também é importante criar um cronograma realista, com o qual seja possível cumprir os prazos dentro de condições reais. Deste modo, é essencial organizar etapas, prazos e recursos.


O planejamento deve conter uma previsão das dificuldades e problemas que podem surgir, e que são capazes de impactar negativamente em fatores como o cronograma de obra.Tudo isso deve ser levado em conta antes de determinar as metas, para que, assim, seja possível cumpri-las. Ou seja, esse alinhamento de expectativas é essencial na gestão.


Gestão de equipes


Selecionar as pessoas certas para as atividades também é muito importante para que o desenvolvimento da obra corra bem. Portanto, o gestor precisa gerenciar as atividades, além de criar uma relação de confiança com a equipe. Para isso, os profissionais envolvidos devem possuir conhecimentos técnicos.


O próprio gestor precisa saber liderar e administrar para conseguir oferecer uma gestão de obras eficiente para sua empresa. Ele deve ser uma referência a ser seguida, cercando-se de conhecimento sobre todos os assuntos que envolvam o segmento e que podem ser úteis para o projeto.


Comunicação efetiva entre os setores


Nenhuma etapa do projeto será concluída sem comunicação transparente e próxima entre os setores envolvidos. Aproximar os responsáveis é algo essencial na construção de uma boa gestão de obras. Dessa forma, ao estabelecer a proximidade e processos que integrem o fluxo de informações, fica mais fácil do projeto se desenvolver.


Os dados que trouxemos acima só mostram isso: a comunicação muitas vezes é o calcanhar de aquiles de uma construção. Portanto, integre as áreas, centralize documentos com uma boa gestão dedicada e crie mecanismos de aprovação que sejam compartilhados. Assim, nenhum avanço se torna resultado de uma decisão puramente individual, mas sim fruto de um consenso compartilhado.


Monitoramentos constantes


É necessário monitorar cada etapa da construção. Pense que, sem relatórios detalhados e levantamentos sobre o desempenho do seu time, você não vai saber o nível de eficiência da operação.


Essa ação lhe permite uma visão ampla e abrangente da obra — antes mesmo dela iniciar até após a sua entrega. A centralização de informações, algo que é facilitado com uso de um sistema de gestão, é essencial para que sua gestão de obras tenha esse diferencial.


Relatórios detalhados


Como tomar decisões relevantes para o avanço de uma obra? Com base puramente holística, fica fácil abrir brechas para erros e falhas. Lembra que falamos que, na construção civil, esses detalhes não são tolerados?


Com uma gestão de obras eficiente, especialmente se apoiado pelo uso de um sistema tecnológico, é possível ter em mãos relatórios detalhados sobre cada etapa do serviço. Assim, você pode basear suas decisões em dados precisos que podem realmente impactar, em pouquíssimo tempo, seu projeto.


Lidar com imprevistos


Uma obra é um local repleto de imprevistos. Se já acontece em uma reforma residencial, em um projeto de grandes proporções é ainda mais frequente. A vantagem de uma boa gestão de obras é que permite o desenvolvimento de saídas para vários imprevistos.


Assim, você e seu time possuem planos B, C (e etc.) que vão facilitar a tomada de decisões. Aqui, o acesso à informações atualizadas em tempo real também contribui para ações assertivas e que causem impacto em curto prazo.


Conclusão


Como vimos, uma gestão de obras eficiente é essencial para a condução e conclusão de um projeto. Pensando nisso, a contratação de uma empresa especializada pode ser a solução ideal para automatizar processos e garantir mais produtividade. Esta capacitação que atue desde o planejamento até a execução garante que as entregas sejam feitas dentro do prazo e dentro dos custos previstos. Assim, você tem mais controle sobre os materiais, cronograma e as atividades dos profissionais, o que pode ajudar a antecipar problemas e principalmente, reduzir custos e a entregar projetos de forma mais eficiente, garantindo a qualidade do trabalho. O que achou do novo conteúdo? Esperamos que tenha auxiliado e agregado conhecimento a você que nos visita! Caso esteja buscando uma empresa que possa te ajudar na administração do seu condomínio com excelência, solicite o contato de nossos consultores! Teremos a satisfação de apresentar as nossas soluções de maneira simples, visando sempre melhoria e comodidade, além de serviços de eficiência!


Tá precisando de supervisão na obra do seu condomínio? A Know How faz pra você!

Entre em contato com quem entende do assunto:


📞 71 3377-0760

📲 71 998426-6912


#knowhow #Knowhowgrupo #Engenharia #SupervisãodeObras

#Especialistas #Manutenção #ManutençãoPredial #Obra #Condomínios

#Engenhariacivil #Construcaocivil #Segurança #Responsabilidade

#TerceirizaçãoDeServiços #Salvador #Bahia

11 visualizações0 comentário